Pesquisas em hipertensão e diabetes podem receber apoio da Fapesp

Pesquisas em hipertensão e diabetes podem receber apoio da Fapesp

Para apoiar e selecionar projetos de pesquisas em prevenção ou gerenciamento de hipertensão e/ou diabetes, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) anunciou a participação em uma chamada de propostas da Global Alliance for Chronic Diseases (GACD), entidade com sede em Londres, no Reino Unido. A data limite para a submissão das propostas é 10 de setembro.

Vale destacar que a instituição estrangeira engloba agências financiadoras de pesquisas em doenças crônicas não transmissíveis em diversos países. A aliança coordena e apoia atividades de pesquisa com foco na prevenção e tratamento de doenças crônicas não transmissíveis em escala global, o que responde por aproximadamente 60% das mortes em todo o mundo.

As principais vítimas estão em países de baixa ou média renda e com populações mais vulneráveis. Entre os membros da aliança estão a Fapesp e organizações da Austrália, Canadá, China, Reino Unido, Japão e Estados Unidos.

Normas

Além disso, a oportunidade está aberta a cientistas vinculados a instituições de ensino superior ou de pesquisa no Estado. As propostas deverão seguir as normas e orientações do Programa de Pesquisa em Políticas Públicas da Fapesp. Cada proposta deverá envolver um mínimo de dois parceiros elegíveis (pesquisadores responsáveis) de dois países ou regiões diferentes.

É importante ressaltar que a Fapesp financiará até três propostas na chamada. Pesquisadores interessados em participar da chamada devem consultar a fundação sobre a elegibilidade antes de iniciar a elaboração do projeto. Apenas cientistas considerados elegíveis poderão submeter propostas. As consultas de elegibilidade serão recebidas até 10 de agosto de 2018.

COMENTÁRIOS