Plataforma Zebrafish promove oficina inédita e gratuita para professores

Plataforma Zebrafish promove oficina inédita e gratuita para professores

No último sábado (20), a Plataforma Zebrafish do Instituto Butantan promoveu a 1ª Oficina para Professores de Ciências e Biologia do Ensino Fundamental e Médio das redes pública e privada. O evento foi de graça e participaram docentes inscritos de São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso.

A oficina teve como objetivo principal mostrar o papel do peixe paulistinha (zebrafish) na expansão do conhecimento, além de como ele é utilizado em modelos de pesquisa. Estima-se que o zebrafish tenha em torno de 70% de semelhança genética com os seres humanos, por isso o seu uso para pesquisas tem ganhado cada dia adeptos.

A diretora do Laboratório Especial de Toxinologia Aplicada (Leta), a pesquisadora Mônica Lopes, disse que é fundamental mostrar aos professores como o zebrafish pode ser utilizado como elemento de pesquisa. “A ideia principal ao realizar este evento é de mostrar aos professores que este peixe vai muito além de um animal de estimação. Este animal é um modelo fantástico de pesquisa. Queremos que todos os alunos o conheçam também, então é importante que os professores repassem o conteúdo”, afirma Mônica.

Além do curso, houve também no sábado, o lançamento do livro “Oficina Zebrafish para Professores” e o jogo interativo “A Jornada do Dan”. Todos os professores receberam esses materiais para usarem em suas instituições de ensino.

Hoje a Plataforma Zebrafish, que foi criada pelo Instituto Butantan no ano passado, já envolve 130 pesquisadores brasileiros de 60 instituições espalhadas pelo país. Interessados podem obter mais informações sobre cursos e atividades realizados pela plataforma por meio das divulgações feitas nas mídias sociais do Instituto Butantan.

COMENTÁRIOS