Pomar urbano é oportunidade para uma alimentação saudável

Pomar urbano é oportunidade para uma alimentação saudável

A criação de mudas frutíferas no ambiente urbano é uma ótima oportunidade de produzir alimentos saudáveis perto de casa. Além de ser uma ótima saída para melhorar a qualidade do ar das grandes cidades. Por isso, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo estimular a plantação dessas árvores, por meio do Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes (DSMM).

“As árvores frutíferas contribuem para a melhoria das condições ambientais, diminuindo o calor, oferecendo sombra, auxiliando na diminuição do efeito estufa, além de que produzem alimentos saudáveis e de qualidade nutricional”, explica Luís Bernacci, botânico do Instituto Agronômico, vinculado à pasta.

De modo a manter as características e qualidades dos cultivares, é necessário que o plantio seja feito através de mudas enxertadas, clones de um determinado material que é transplantado para outra planta. O novo cultivar é resultado da junção de duas plantas diferentes, utilizando a copa de uma e raiz de outra.

Espécies

O abacateiro, mangueira, amoreira, goiabeira e bananeira são espécies comuns de serem plantadas no ambiente urbano, seja no quintal de casa ou na calçada. A falta de espaço no ambiente urbano é a principal representação de problema para as espécies, principalmente para a mangueira e o abacateiro, que precisam de um local maior para o desenvolvimento, mesmo recebendo podas frequentes.

“No passado, era extremamente comum o cultivo dessas espécies nos quintais das casas. Com o tempo, isto foi ficando restrito às cidades do interior e hoje mesmo nessas cidades é menos comum, ocorrendo apenas nas áreas mais ou menos periféricas dos municípios menores”, explica o botânico.

Para a organizadora de eventos Marcela Miranda, crescer com um pé de manga na casa de sua avó fez toda a diferença. “Ter a árvore tão próxima nos fez aprender o valor da natureza e dos seus alimentos. Além disso, tivemos a experiência de colher o fruto direto, o que era uma delícia”, diz.

 

COMENTÁRIOS