Previna-se das doenças típicas do outono

Previna-se das doenças típicas do outono

O verão acabou, mas não quer dizer que os cuidados com a pele devem ser esquecidos durante o outono. Fique atento com as manchas, lesões ou pintas após o período de exposição ao sol, evitando, assim, o câncer de pele – o mais comum no mundo. Se você foge do sol nos horários mais intensos, ainda assim pode estar sob o radar dos raios UVA e UVB. Durante o tempo frio, a pele fica menos exposta, mas não está totalmente protegida dos raios solares, tornando indispensável o uso de filtro solar (fator de proteção 15, no mínimo) nesta época do ano.

Outras recomendações simples, mas importantes, são o consumo de alimentos frescos – de procedência confiável – e hidratação regular com ingestão de água e outros líquidos. Além disso, o tempo mais frio geralmente é acompanhado de um tempo mais seco e de menor transpiração, fazendo com que a pele fique mais seca, exigindo maior hidratação.

Pessoas com pele mais sensível, que tenham doenças de pele ou pré-disposição a desenvolvê-las também podem ter agravamento de sintomas durante o clima seco. “A ingestão de água e uso de hidratantes corporais é indispensável. O hidratante não pode faltar no tratamento da pele, mesmo que seja necessário utiliza-lo várias vezes ao dia”, afirma a coordenadora do setor de dermatologia do AME Barradas, Bhertha Tamura.

A médica destaca ainda a necessidade da hidratação corporal para os idosos, pois, com o avanço da idade, as pessoas tendem a perder a oleosidade da pele, favorecendo o ressecamento. Portadores de doenças de pele crônicas, como dermatite atópica e ceratose tendem a ter seu quadro agravado e devem sempre procurar a orientação de seus médicos para tratamentos específicos.

Tempo seco e as doenças respiratórias

A baixa umidade do ar favorece o aumento de alergias respiratórias e de pele, principalmente em crianças, idosos e portadores de doenças crônicas.

A prevenção contra as doenças respiratórias, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), asma e pneumonia é fundamental durante todo o ano e deve ser redobrada nesse período. A rinite alérgica, por exemplo, pode ser agravada em razão da falta de umidade no ar.

Em todos os casos, podem ser tomados cuidados simples, mas eficazes com a saúde, como aumentar a ingestão de líquido, fazer inalação e lavar o nariz com soro fisiológico. “O tempo seco causa ressecamento das vias aéreas e viabiliza a proliferação de vírus e agravamento de doenças e alergias respiratórias, como asma, que pode ser tanto crônica, quanto alérgica. A ingestão de água e permanência em locais ventilados são ótimas maneiras de prevenção”, informa o pneumologista do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Barradas, Fábio Muchão,

Dicas para evitar agravamento de doenças de pele durante o tempo seco:

  • Beba bastante água, pelo menos 2 litros por dia;
  • Use hidratante corporal todos os dias, principalmente após o banho. Se necessário, utilize várias vezes ao dia;
  • Com o ressecamento, ocorrem coceiras na pele. Evite coçar-se, pois pode causar inflamações ou até mesmo infecções;
  • Evite tomar banhos demorados, com água muito quente;
  • Em caso de ressecamento severo da pele, procure seu dermatologista;

Dicas para evitar doenças respiratórias durante o tempo seco:

  • Evite locais totalmente fechados;
  • Cubra a boca com um lenço quando for espirrar;
  • Beba muita água, pelo menos 2 litros por dia;
  • Mantenha a carteira de vacinação em dia;
  • Lave o nariz e faça inalação com soro fisiológico.

 

COMENTÁRIOS