Programa Mulheres de Peito ajuda no diagnóstico precoce do câncer de mama

Programa Mulheres de Peito ajuda no diagnóstico precoce do câncer de mama

Uma das maiores causas de morte por tumores em mulheres no Brasil, o câncer de mama ganhou, em 2013, o Programa Mulheres de Peito, que tem como objetivo detectar precocemente o câncer de mama e facilitar o acesso ao diagnóstico e tratamento da doença. Algumas dúvidas sobre o programa podem ser facilmente respondidas e auxiliar as mulheres a se prevenirem contra o câncer de mama. Estão aptas a realizar a mamografia de forma gratuita e sem necessidade de pedido médico mulheres paulistas com 50 e 69 anos de idade.

O Governo do Estado de São Paulo criou em dezembro de 2013 o programa Mulheres de Peito, que tem o objetivo de detecção precoce de câncer de mama.

A iniciativa incentiva mulheres paulistas com idades entre 50 e 69 anos a realizarem exames preventivos de mamografia, de forma gratuita, a cada dois anos na rede pública e visa a detecção precoce de tumores malignos inclusive em fases em que a mulher não apresenta nenhum sintoma.

Para isso, quatro carretas percorrem os municípios paulistas oferecendo exames preventivos de mamografia. Além de mamógrafo, cada veículo é equipado com aparelho de ultrassom, conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, antena de satélite, computadores, mobiliários e sanitários. “As carretas são fundamentais para ajudar na prevenção do câncer de mama nas cidades do interior do Estado”, ressalta o governador Márcio França.

Nas carretas o exame pode ser feito sem pedido médico para mulheres entre 50 e 69 anos de idade. Quem está fora desta faixa etária, também pode fazer a mamografia nas unidades móveis, mas é preciso do pedido do médico. Não é necessário agendamento. Os endereços das carretas estão disponíveis no site www.saude.sp.gov.br.

“A parceria do Governo do Estado conta com a rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer, oferece estrutura altamente qualificada para tratamento dos pacientes oncológicos, com atendimento humanizado, uma iniciativa diferenciada que fortalece a assistência oncológica”, afirma a Coordenadora da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer, Sônia Alves.

Além das carretas, o programa tem o telefone 0800 779 0000 para o agendamento de exames em um dos serviços com mamógrafo espalhados por todo o Estado. As pacientes podem marcar seus exames de mamografia sem necessidade de pedido médico, gratuitamente, pelo SUS (Sistema Único de Saúde). O serviço telefônico está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para o agendamento por telefone é importante que a mulher tenha em mãos o número do cartão SUS, endereço, telefone, data de nascimento e nome completo dos pais.

Caso seja detectado algum problema nos exames realizados nas carretas ou nos serviços de saúde agendados por meio do 0800, a paciente é encaminhada para acompanhamento e tratamento na unidade da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer mais próxima da sua residência.

“Para a prevenção e o diagnóstico rápido do câncer de mama, a carreta é uma alternativa fundamental. Essa é a maior causa de morte por tumores em mulheres no Brasil e também em São Paulo. Por isso, o rastreamento tem o objetivo de facilitar o acesso das mulheres ao exame de mamografia e agilizar o diagnóstico e tratamento precoce para a doença”, diz Marco Antonio Zago, secretário de Estado da Saúde.

Caso seja detectado algum problema nos exames realizados nas carretas ou nos serviços de saúde agendados por meio do 0800, a paciente é encaminhada para acompanhamento e tratamento na unidade da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer mais próxima da sua residência.

“Eu fiz o exame de mamografia na cidade de Bastos, fui super bem atendida e com extrema agilidade”, agradece Amanda Serra de 52 anos.

COMENTÁRIOS