Programa Recomeço oferece tratamento e acompanhamento ao dependente químico

Programa Recomeço oferece tratamento e acompanhamento ao dependente químico

O Programa Recomeço é uma iniciativa do governo do Estado de São Paulo para ajudar os dependentes químicos, principalmente os usuários de crack, oferecendo tratamento e acompanhamento multiprofissional ao paciente e aos seus familiares. As ações são coordenadas entre as Secretarias Estaduais da Saúde, da Justiça e Defesa da Cidadania e do Desenvolvimento Social e facilitam o acesso ao tratamento médico e apoio social e, quando necessário, a internação dos dependentes em centro de referência, incluindo comunidades terapêuticas e moradias assistidas. O trabalho também é integrado com o Poder Judiciário, com a participação do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Ordem dos Advogados do Brasil, que acompanham os trabalhos e os casos que precisam do apoio ou interveniência destes organismos.

         “O combate à dependência química é um compromisso firmado pelo governo do Estado de São Paulo que vem investindo fortemente para ampliar e facilitar o acesso dos dependentes químicos a unidades de tratamento modernas, bem equipadas e que contam, sobretudo, com equipes multiprofissionais altamente capacitadas”, diz David Uip, Secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

No enfrentamento da epidemia de crack, é papel do governo do Estado garantir a promoção dos direitos humanos, oferecendo atendimento especializado. Desta forma, é possível recuperar sua integridade, fortalecer os laços familiares e trazê-lo de volta ao convívio e às atividades sociais.

         “Não conheço outro serviço com essas características no país”, afirmou o psiquiatra Ronaldo Laranjeira, coordenador do programa Recomeço, do governo do Estado, de combate à dependência de crack.

Somente na região central da cidade de São Paulo, três serviços integrados de saúde dão suporte, atendimento, acolhimento e tratamento aos dependentes químicos. São eles

COMENTÁRIOS