Saúde alerta para prevenção contra o sarampo para quem vai viajar durante a Copa do Mundo

Saúde alerta para prevenção contra o sarampo para quem vai viajar durante a Copa do Mundo

A Copa do Mundo de Futebol que ocorre na Rússia a partir do mês de junho deve atrair muitos turistas brasileiros. Para quem já comprou a passagem para o país europeu é preciso se prevenir do sarampo com a vacina, uma vez que a doença está em avanço no continente. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Europa teve um aumento de 400% nos casos da doença no ano passado, em comparação com 2016.

Com esses números, a Secretaria de Estado da Saúde reforça a importância de se vacinar contra a doença.

“A vacinação é a forma mais eficaz para a prevenção contra o sarampo. Por isso, é importante que pais e responsáveis levem as crianças em uma unidade básica de saúde mais próxima de sua residência nesse sábado”, afirma Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria.

O produtor Pedro Fogaça viajou para a Rússia no primeiro semestre desse ano sem tomar a vacina, mas não vai repetir o erro. “Irei trabalhar durante a Copa na Rússia e dessa vez pretendo tomar a vacina antes de viajar”, conta ele.

O sarampo é altamente contagioso e pode ser transmitido por meio de secreções expelidas por meio de tosse e espirro, por exemplo. O vírus fica incubado por um período de 7 a 18 dias e pode resultar em quadros graves, como pneumonia, diarreia e encefalite, ou levar até mesmo ao óbito.

De acordo com o infectologista, a doença geralmente se manifesta de forma mais acentuada nos primeiros dias após o contágio. “Os principais indícios do vírus são febre alta, tosse, coriza, conjuntivite e aparecimento inflamações avermelhadas na pele. Ao perceber os sintomas, o indivíduo deve procurar imediatamente atendimento médico”, afirma o especialista do Instituto Emílio Ribas, Ralcyon Teixeira.

COMENTÁRIOS