Saúde alerta sobre riscos de acidentes de trabalho

Saúde alerta sobre riscos de acidentes de trabalho

No dia 27 de julho é celebrado o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho, data que serve como símbolo para os trabalhadores brasileiros que buscam por melhores condições de saúde e segurança dentro do ambiente de trabalho. Por conta disso, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo faz um alerta sobre os riscos de eventuais acidentes de trabalho, a fim de melhorar a qualidade do trabalhador diariamente.

Segundo a diretora da Divisão de Vigilância Sanitária do Trabalho, Simone Alves dos Santos, os riscos à saúde dos trabalhadores estão na exposição às matérias-primas, nas condições das edificações e das instalações de trabalho, na utilização dos equipamentos, na manipulação das ferramentas e instrumentos e no processo de produção do alimento.

“Pisos sujos, molhados e escorregadios, armazenamento inadequado de produtos e materiais, uso sem proteção de maquinas e equipamentos cortantes, armazenamento de botijão GLP em ambientes fechados e sem ventilação natural permanente e exposição à queimadura e ao choque elétrico por condições irregulares, como fiação exposta e ligações improvisadas, são alguns fatores risco de acidentes para esses trabalhadores”, afirma Simone.

Medidas simples na organização do ambiente de trabalho auxiliam na prevenção de acidentes, a exemplo de manter pisos, escadas, rampas e corredores em bom estado de conservação e, se possível, com proteção de material antiderrapante.

Hidrante e extintor de incêndio devem ser de fácil acesso a todos e armazenagem de botijão GLP deve ser em local com boa ventilação e com sinalização adequada.

Algumas medidas como a obediência às regras de segurança e cuidados nas atividades diárias de trabalho também podem prevenir acidentes.

“É indispensável que cada trabalhador tome as medidas de segurança necessárias para sua área de atuação, como por exemplo, o uso adequado e continuo dos equipamentos de proteção”, enfatiza Rosemairy Inamine, diretora técnica da Divisão de Saúde do Trabalhador da Vigilância Sanitária Estadual.

Os funcionários devem ter espaço para circularem com segurança entre máquinas e equipamentos, esses equipamentos precisam ter dispositivos para ligar e desligar de fácil acesso.

“É importante ressaltar que não é permitido o uso de luvas descartáveis de borracha, látex ou plástico em procedimento que envolva calor, como cozimento e fritura, ou durante o uso de máquinas para moagem, tritura e mistura”, finaliza a especialista.

COMENTÁRIOS