Saúde investe R$ 2 milhões para construção de novo centro de hemodiálise na Santa Casa de Dracena

Saúde investe R$ 2 milhões para construção de novo centro de hemodiálise na Santa Casa de Dracena

A Secretaria de Estado da Saúde vai repassar R$ 2 milhões para a construção de um novo centro de hemodiálise na Santa Casa de Misericórdia de Dracena. Os recursos foram doados à pasta no âmbito de acordos de colaboração premiada assinados entre investigados e o Ministério Público de São Paulo, por intermédio do Grupo Especial de Delitos Econômicos (Gedec).

O novo setor terá mais de mil metros quadrados e poderá atender 150 pacientes mensalmente, o que representa um aumento de 36% em relação à capacidade de atendimento do setor, que atualmente é de 110 pacientes por mês.

O convênio foi publicado em Diário Oficial no dia 12 de junho. Terá vigência até dezembro de 2020 e será pago em 18 parcelas, mediante medição das obras, que serão executadas pela própria entidade.

Na região, o tratamento de hemodiálise também é ofertado pela Santa Casa e o Hospital Regional de Presidente Prudente. Juntas, as três entidades atendem 450 pacientes por mês. Com a ampliação do setor da Santa Casa de Dracena, a capacidade regional de atendimento a dialíticos aumentará cerca 9%.

“Esta iniciativa do Ministério Público permitirá uma importante ampliação no acesso à hemodiálise para pacientes de Dracena e região de Presidente Prudente. O combate à corrupção é dever de todos e o MP tem papel de destaque nesse sentido. Esse recurso agora será revertido para fortalecer o SUS e melhorar a qualidade de vida dos pacientes em tratamento renal”, afirma o Secretário de Estado da Saúde de São Paulo, José Henrique Germann Ferreira.

“A corrupção drena recursos necessários ao atendimento dos direitos sociais inscritos na Constituição Federal. Graças ao trabalho dos promotores de Justiça do Gedec, estamos devolvendo, com a ajuda da Secretaria da Saúde e da Santa Casa de Dracena, a quem de fato pertence: a sociedade”, declarou o procurador-geral de Justiça, Gianpolo Smanio.

O Governo do Estado mantém, na região, unidades próprias como os hospitais Estadual e Regional de Presidente Prudente, Estadual de Porto Primavera, bem como os AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) de Dracena e Presidente Prudente.

Além disso, para fortalecer a assistência regional, investindo e custeando unidades conveniadas ao SUS. Desde 2018, a pasta destinou, por meio de convênios, R$ 49,7 milhões em auxílios financeiros voluntários a hospitais filantrópicos e Santas Casas da região de Prudente. Somente para a Santa Casa de Dracena, os repasses foram superiores a R$ 2,7 milhões, no período, somando investimentos e custeio.

COMENTÁRIOS