Saúde promove concurso culinário entre hospitais e serviços estaduais

Saúde promove concurso culinário entre hospitais e serviços estaduais

Iniciativa, denominada “Nutrichefes – Alimentação Saudável”, visa estimular funcionários a criarem refeições saborosas e sustentáveis; pratos serão julgados por chefes renomados na final, que ocorre na segunda (10), no Centro Universitário São Camilo

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promove, às 14 horas desta segunda-feira, 10 de outubro, a final do concurso inédito “Nutrichefes – Alimentação Saudável”, desenvolvido em serviços de saúde estaduais com a finalidade de mobilizar funcionários para a criação de alternativas alimentares saborosas, sustentáveis e saudáveis.

Entre as 14h e 16h, as guarnições criadas pelos finalistas de oito hospitais participantes serão avaliadas por uma comissão julgadora composta por chefes renomados e convidados.

O evento, que abrange o preparo, apresentação e degustação das receitas, ocorre no auditório do Centro Universitário São Camilo, localizado na Rua Raul Pompéia, 144, Vila Pompeia, zona Oeste da capital.

As guarnições concorrentes foram elaboradas a partir dos critérios definidos em regulamento: preparo com 100% de aproveitamento do ingrediente selecionado, que deve ser acessível e saudável; praticidade no modo de preparo; e uso de pelo menos uma erva condimentar. Foram vetados o uso de temperos industrializados, frituras e gorduras e/ou ingredientes excessivamente gordurosos.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo oferecerá uma mesa com ervas aromáticas para composição dos pratos, e o Centro Universitário São Camilo disponibilizará itens de cozinha. Os utensílios e ingredientes poderão ser levados pelos finalistas.

O grande vencedor receberá um tablet e o 2º e 3º colocados ganharão utensílios de cozinha, além de outros prêmios. Durante o evento, poderão contar com o apoio das torcidas compostas por funcionários das unidades.

Na capital, as atividades abrangem o Hospital Geral de Taipas, Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, Hospital Maternidade Interlagos e Hospital Geral de Guaianases. A Grande São Paulo é representada pelo Centro Especializado em Reabilitação ‘Doutor Arnaldo Pezzuti Cavalcanti’, de Mogi das Cruzes. No interior do estado, participam o Hospital Regional de Assis, o Hospital Estadual Américo Brasiliense e o Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília.

Após a conclusão do “Nutrichefes”, o programa também vai analisar a possibilidade de incorporar as receitas propostas nos cardápios hospitalares, futuramente.

“Essa é uma atividade inédita e diferenciada de valorização dos nossos profissionais e direcionada à qualidade de vida. Além de motivar os funcionários, o concurso estimula o desenvolvimento de práticas sustentáveis no âmbito do SUS”, afirma o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

A iniciativa integra o Programa Hábitos Saudáveis, da Secretaria, e conta com apoio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e do Centro Universitário São Camilo.

Prévias

No mês de setembro, cada unidade realizou prévias com todos os funcionários interessados, para definir seu finalista. Estão mobilizados profissionais de diversas categorias, como médicos e auxiliares administrativos e de serviços gerais.

Não houve limitação de inscrições e foi dada autonomia para a escolha dos finalistas, avaliados por comissões julgadoras do serviço.

Segundo Lucia de Fátima Chibante Fortes, coordenadora do programa, a ideia do concurso surgiu a partir de uma roda de discussão sobre o eixo de alimentação saudável realizada no Hospital de Taipas, a partir da sugestão do diretor administrativo, Pedro Maeda. O hospital foi pioneiro ao realizar um concurso interno em 2015.

“O aproveitamento integral de alimentos – incluindo cascas, folhas e talos –, sem a inserção de produtos artificiais e gordurosos, aumenta a qualidade nutricional das refeições, reduz o desperdício e diversifica cardápios”, explica Chibante.

Programa Hábitos Saudáveis

Criado com o objetivo de incentivar os profissionais da Secretaria de Estado da Saúde a buscar um estilo de vida saudável, o programa compreende cinco eixos de atuação: aspectos clínicos; aspectos emocionais; alimentação saudável, atividade física; cultura e arte.

O ‘Hábitos Saudáveis’ prevê o princípio da autonomia dos funcionários para o planejamento de autocuidados, participação, integração e colaboração.

Em desenvolvimento desde 2013, atualmente, abrange 38 serviços estaduais de saúde.

COMENTÁRIOS