Saúde promove maior simulação de resgate da história da Via Dutra

Saúde promove maior simulação de resgate da história da Via Dutra

Ação do GRAU, ‘tropa de elite’ do resgate médico paulista, visa planejar eventuais atendimentos de urgência durante o período de romarias na Rodovia Presidente Dutra

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promove nesta sexta-feira, 11 de setembro, a maior simulação de resgate e atendimento para eventuais vítimas de acidentes da história da Rodovia Presidente Dutra.

O Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências (Grau), a ‘tropa de elite’ do resgate médico paulista, firmou uma parceria inédita com a Polícia Rodoviária Federal para interdição da Via Dutra por alguns minutos. Será a primeira vez na história que a rodovia será interditada para um simulado.

A simulação, que começa às 10h00, acontece como preparação para o período de romarias que se iniciou e para o dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, quando o movimento na Rodovia Dutra se multiplica com milhares de romeiros rumo à Aparecida do Norte.

A pista será interdita para a passagem dos veículos de resgate na altura do km 79, no sentido Rio de Janeiro, próximo ao município de Roseira. Após a chegada dos veículos, a via será liberada e a simulação de atendimento realizada às margens da rodovia, em uma faixa desativada da pista.

A ação será desenvolvida como uma situação real de acidente envolvendo um ônibus com romeiros e um carro, com o número total de vítimas chegando a 35 com os mais variados graus de ferimentos.

O Grau irá simular todo o processo de atendimento às vítimas nessa situação, desde o acionamento das equipes, a chegada ao local, o primeiro atendimento ainda na pista e o transporte dos pacientes para os hospitais de referência da região. Três médicos e quatro enfermeiros do Grau participarão da ação.

Serão disponibilizados dois veículos USA (Unidade de Suporte Médico Avançado) do Grau, o helicóptero Águia, da Polícia Militar, além da montagem de tendas de Posto Médico Avançado (PMA), onde os pacientes irão passar por uma triagem inicial e os casos mais graves serão levados pelo Águia para o Hospital Regional de Taubaté.

Veículos e profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Rodoviária e da CCR NovaDutra também participarão da ação. No total, cerca de 33 viaturas devem estar envolvidas na simulação.

“O simulado é de extrema importância para alinharmos os procedimentos de resgate entre os órgãos participantes da região e nos preparamos para possíveis ocorrências de grande proporções, já que o fluxo de romeiros que viajam para Aparecida do Norte é muito grande nessa época do ano”, afirma a Dra. Maria Cecília Damasceno, coordenadora do Grau.

Uma tenda para imprensa e convidados que queiram acompanhar o simulado será montada próxima ao lugar da ação.

COMENTÁRIOS