Saúde realiza mutirão contra o Aedes aegypti em Rio Preto

Saúde realiza mutirão contra o Aedes aegypti em Rio Preto

Neste sábado (23), agentes estaduais, municipais e sociedade civil participarão de ações de eliminação de criadouros do mosquito; além de São José do Rio Preto, outras 19 cidades integram o projeto-piloto que visa o início da campanha “Todos Juntos Contra o Aedes Aegypti”

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e a prefeitura de São José do Rio Preto promovem neste sábado, 23 de janeiro, o primeiro mutirão da campanha paulista “Todos Juntos Contra o Aedes aegypti”. No total, cerca de 2 mil profissionais estaduais e municipais participam dos mutirões realizados nas 20 cidades paulistas, neste final de semana.

Contabilizando os efetivos da Prefeitura de São José do Rio Preto e da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), cerca de 350 agentes de saúde e de controle de vetores realizarão o trabalho de campo. A iniciativa conta, ainda, com o auxílio de mil voluntários da Igreja Universal. As equipes também terão suporte de seis caminhões para transporte dos materiais coletados.

O ponto de encontro dos envolvidos será a Escola Estadual Monsenhor Gonçalves, localizada na Rua Dr. Presciliano Pinto, 940, no bairro da Boa Vista, às 7h30.

As ações, programadas pela Sala de Comando e Controle Estadual das Arboviroses, incluem a varredura de focos do mosquito em imóveis públicos, privados e baldios, com eliminação de criadouros, remoção mecânica, tratamento químico (quando necessário), bem como a difusão de orientações à população.

Além de São José do Rio Preto, integram o programa os municípios de Guarujá, São Vicente, Franca, Presidente Prudente, Presidente Epitácio, Bragança Paulista, Sumaré, Campinas, Ourinhos, Miguelópolis, Itatiba, Birigui, Santana do Parnaíba, Santa Cruz da Esperança, Morro Agudo, Tupã, Agudos e Paraguaçu Paulista e São Paulo. A Prefeitura da capital paulista também promoverá a operação Cata-Bagulho para recolhimento de entulho e materiais inservíveis das ruas.

Campanha “Todos Juntos Contra o Aedes aegypti

As ações deste final de semana nas 20 cidades do Estado são um projeto piloto de uma grande mobilização prevista para o dia 30 de janeiro, que marca o início da campanha. Cerca de 300 municípios já aderiram ao mutirão que ocorrerá no próximo sábado, 30 de janeiro.

Além do trabalho de campo com agentes municipais, está prevista a colaboração da Polícia Militar e Exército. A partir do dia 30, os oficiais do Exército também auxiliarão, durante a semana, municípios considerados prioritários, do ponto de vista epidemiológico.

Na próxima semana também será lançado um site onde a população poderá denunciar focos de criadouros do mosquito aedes aegypti, além de assistir vídeos com orientações de controle e combate ao vetor e sintomas e prevenção de dengue, zika e chikungunya.

COMENTÁRIOS