Semana do Doador reúne 150 pessoas no Hospital de São José dos Campos

Semana do Doador reúne 150 pessoas no Hospital de São José dos Campos

Em homenagem ao Dia Nacional de Doação de Órgãos, comemorado dia 27 de setembro, o Hospital Regional de São José dos Campos (HRSJC) realizou a Semana do Doador, com uma programação especial. O evento aconteceu de 24 a 27 de setembro e reuniu cerca de 150 pessoas, entre colaboradores, profissionais de outras instituições e estudantes. No último dia, os participantes contaram com um depoimento emocionante do pai de uma doadora, que relatou como o trabalho da equipe fez a diferença no momento mais difícil que precisaram enfrentar.

Entre os temas abordados, estão “Diagnóstico de Morte Encefálica e a importância do exame complementar”, pela colaboradora do Sistema Estadual de Transplante e médica da unidade, Dra. Anabelli Buani; um relato da “Vivência médica no transplante de fígado”, pelo Dr. André Gustavo Pereira, cirurgião geral do HRSJC; “Aplicação de protocolo de morte encefálica em pacientes pediátricos”, pela Dra. Aline Christine Galdini, da UTI Pediátrica.

A emoção tomou conta da plateia com o depoimento do pai de uma doadora. “Desde o momento que minha filha chegou aqui, foi tratada como uma rainha por vocês. É maravilhoso saber que ela salvou alguém”, declara Idário Silva. Durante todo processo de constatação da morte encefálica, a família recebeu acolhimento e toda informação que precisava, da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT). “Nós sempre buscamos um sinal de vida e, quando não acontece, respeitamos o tempo da família para tomar a decisão. Agir com transparência é nosso dever”, explica Cíntia Alves, coordenadora da CIHDOTT.

Criada em fevereiro deste ano, a comissão vem desempenhando um trabalho de referência no Vale do Paraíba. Desde então, o hospital teve 11 doadores de córnea e 3 doadores de múltiplos órgãos. “Desde que começamos, as doações permitiram a melhora da qualidade de vida de 42 pessoas”, completa Cíntia.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil é referência mundial na área de transplantes. Dados da Central de Transplantes do estado de São Paulo apontam que, em 2019, já foram realizados mais de 4 mil transplantes no estado. Segundo informações da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, atualmente existem cerca de 34 mil pacientes na lista de espera por um órgão.

Pacientes abraçam a causa e ajudam na confecção de lacinhos para os colaboradores

O mês de setembro é dedicado à Campanha Nacional de Doação de Órgãos, e a cor verde é uma referência ao laço, símbolo mundial da campanha. Pensando nisso, a equipe a Terapia Ocupacional (T.O) levou informação aos pacientes sobre a campanha aderida pelo hospital e sugeriu a confecção de lacinhos verdes para disseminarem a campanha aos colaboradores. Em 3 semanas de atividade, os pacientes fizeram 1.000 lacinhos. “Eles abraçaram a causa e ficaram orgulhosos em ver o trabalho exibido nas roupas dos colaboradores. Com a atividade, exercitaram a coordenação de olhos e mãos, por exemplo, movimentos de pinça fina, rotação de punho, adução e abdução de polegar, sem falar em memória de trabalho, planejamento e execução de tarefas em geral”, explica Talita Vasconcelos, terapeuta ocupacional.

COMENTÁRIOS