Seminário internacional debate uso medicinal da cannabis

Seminário internacional debate uso medicinal da cannabis

 

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Associação de Apoio à Pesquisa e Pacientes de Cannabis Medicinal (Apepi), em parceria com o Museu do Amanhã, realizarão nos dias 18 e 19 de maio o seminário internacional Cannabis Medicinal – Um Olhar para o Futuro, com o intuito de discutir o acesso à cannabis.

A partir da possibilidade de utilização legal de medicamentos à base de cannabis, em 2015, houve um crescimento expressivo de seu uso medicinal no tratamento de doenças como epilepsia, autismo, Parkinson, Alzheimer, esclerose, dor crônica e câncer, entre outras. Tal demanda torna urgente a atualização de médicos e outros profissionais da saúde em relação ao tema.

Pensando nisso, a Fiocruz e a Apepi, em parceria com o Museu do Amanhã, vão promover dois dias de programação gratuita e diversificada, com convidados de organizações nacionais e internacionais, que fazem uso clínico e conduzem pesquisas pioneiras com Cannabis em doenças como câncer e autismo. Os temas serão distribuídos em blocos, com tradução simultânea, sempre seguidos de debates com a participação do público.

Sobre a Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) tem como objetivos promover a saúde e o desenvolvimento social, gerar e difundir conhecimento científico e tecnológico, ser um agente da cidadania. Criada em 1900, como Instituto Soroterápico Federal, a Fiocruz tem uma trajetória que se confunde com o próprio desenvolvimento da saúde pública no Brasil.

Sobre a Apepi

A associação de Apoio à Pesquisa e Pacientes de Cannabis Medicinal surgiu no final de 2013 quando os pais de crianças especiais descobriram que, nos Estados Unidos, algumas crianças com epilepsia refratária faziam uso de um extrato de cannabis, rico em cannabidiol (CBD) e sem características alucinógenas, e obtinham ótimos resultados. A associação tem como principal objetivo desenvolver ações para favorecer o acesso, justo e democrático, dos pacientes à cannabis, além de estimular a pesquisa sobre o tema e oferecer suporte às famílias.

Confira a programação do evento aqui.

COMENTÁRIOS