Serviços de Saúde da Baixada e Vale do Ribeira têm programação especial no ‘Outubro Rosa’  

Serviços de Saúde da Baixada e Vale do Ribeira têm programação especial no ‘Outubro Rosa’   

Para conscientizar e incentivar a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, unidades da Secretaria de Estado da Saúde montaram uma programação especial para o “Outubro Rosa”.

O Instituto de Infectologia Emílio Ribas II, em Guaruja, realiza nos dias 11 e 18 de outubro, rodas de conversa para discutir o tema e a importância da prevenção. A partir da 3ª semana do mês, a unidade ofertará exames preventivos de ultrassom.

O Hospital Regional de Itanhaém estará iluminado na cor rosa no decorrer do mês, e o mesmo acontecerá com o prédio do o PAI (Polo de Atenção Intensiva em Saúde Mental) da Baixada Santista. Nele, também haverá diversas atividades com orientações sobre a prevenção do câncer de mama, como palestras e ação de conscientização para os exames de mamografia.

Já o Hospital Regional de Registro, no Vale do Ribeira, contará com dinâmicas e orientações sobre prevenção ao longo de todo o mês, e fará distribuição de lenços, que contribuem para melhorar a autoestima das pacientes através do cuidado estético.

“As ações em celebração ao ‘Outubro Rosa’ têm como objetivo, principalmente, chamar a atenção sobre a importância da prevenção e detecção precoce do câncer de mama”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.

A Secretaria também conta ainda com parceria com a Artesp  (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), que está projetando nos letreiros de rodovias mensagens de incentivo à prevenção, alcançando motoristas, familiares e demais viajantes que circulam pelo Estado de São Paulo.

“Mulheres de Peito”

O Governo do Estado incentiva a realização da mamografia para rastreamento e detecção precoce do câncer de mama com o programa “Mulheres de Peito”, composto por serviços fixos e quatro carretas itinerantes que circulam por todo o território paulista, facilitando o acesso aos serviços (confira abaixo os destinos e datas deste mês).

O serviço oferece exames de mamografia gratuitamente, sem necessidade de pedido médico para mulheres com idade entre 50 e 69 anos. As imagens captadas pelos mamógrafos são encaminhadas para o Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem (Sedi), serviço da Secretaria que emite laudos à distância, na capital paulista. O resultado sai de 48 horas a 15 dias após a realização do exame, dependendo da complexidade de cada caso. Desde 2014, já foram realizadas 212 mil exames de mamografia em diversas regiões do Estado.

“O exame salva vidas. A mamografia faz uma detecção precoce, o que não impede que o câncer apareça, mas a descoberta num estágio inicial impede que ele evolua”, explica a supervisora do Mulheres de Peito, Fabiana Angélica de Oliveira.

Além disso, o Estado disponibiliza um callcenter para agendamento telefônico do exame (0800-779-0000). O serviço está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Nesse caso, o exame é feito num dos mais de 200 serviços de mamografia fixos do SUS paulista, como AMEs, hospitais e clínicas.

carreta

 

 

COMENTÁRIOS