SP convoca gestantes para vacinação contra a gripe

SP convoca gestantes para vacinação contra a gripe

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo decidiu convocar as gestantes a se vacinar contra a gripe até a próxima sexta-feira, 23 de junho em todo o Estado. O comparecimento das grávidas aos postos de saúde é fundamental para ampliar a proteção a esse público, cuja cobertura vacinal atingiu somente 59,4%, com 278.732 doses aplicadas e representa a menor adesão entre públicos prioritários da campanha. A imunização ainda precisa alcançar aproximadamente 200 mil gestantes.

O alerta para a vacinação de crianças também está mantido, por se tratar do segundo grupo com menor cobertura vacinal, de 67,2%, com o total de 1.707.094 doses aplicadas.

A cobertura vacinal dos demais grupos já atingiu ou está próxima da meta. Entre as puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias) e idosos, a cobertura é de 90,5%.

O objetivo da campanha é imunizar bebês a partir dos seis meses e crianças menores de cinco anos de idade, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas, indígenas, profissionais de saúde que trabalham em serviços públicos e privados, professores das redes pública e privada, além dos grupos específicos contemplados com as ampliações definidas pelo Governo do Estado na campanha de 2017.

Neste ano, a vacina está disponível também para policiais civis e militares, bombeiros e profissionais que atuam na Defesa Civil, Correios, Poupatempo, Ministério Público Estadual (MPE), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Defensoria Pública. O Instituto Butantan, unidade ligada à Secretaria da Saúde e responsável pela produção da vacina, disponibilizou 600 mil doses extras para vacinação desses novos grupos, que atuam diretamente em contato com a população.

Desde o dia 12 de junho, a vacinação também foi ampliada para as pessoas com idade entre 55 e 59 anos. Balanço preliminar da pasta, baseado nos dados informados pelos municípios paulistas, aponta que o Estado vacinou 10,7 milhões de pessoas.

“Com a chegada do inverno, é importantíssimo que os grupos prioritários de vacinem contra a gripe, principalmente as gestantes e crianças, por conta da baixa cobertura”, afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, as doses protegem a população contra os vírus A/Hong Kong (H3N2) e B/Brisbane. A vacina foi produzida pelo Instituto Butantan, órgão ligado à pasta, através de um processo de transferência de tecnologia.

 

REGIÃO DOSES APLICADAS
CAPITAL e GRANDE SP

4.789.953

ARACATUBA

                     185.911

ARARAQUARA

214.557

BARRETOS

105.231

BAURU

                         495.751

CAMPINAS

1.049.134

FRANCA

151.299

MARILIA

333.153

PIRACICABA

                          336.350

PRES PRUDENTE

221.658

REGISTRO

                        78.391

RIBEIRAO PRETO

                         326.185

BAIXADA SANTISTA

481.657

SÃO JOÃO DA BOA VISTA

185.305

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

                        415.521

SOROCABA

649.458

VALE DO PARAÍBA

753.552

TOTAL

10.773.066

COMENTÁRIOS