SP inaugura ‘farmácia de alto custo’ no Poupatempo de São Bernardo do Campo

SP inaugura ‘farmácia de alto custo’ no Poupatempo de São Bernardo do Campo

 

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em parceria com a prefeitura de São Bernardo do Campo, inaugura nesta segunda-feira (20), a farmácia de medicamentos especializados na unidade do Poupatempo da cidade.

O novo ponto de atendimento vai fornecer remédios de alto custo aos moradores da cidade, que será piloto do projeto de descentralização da entrega de medicamentos. A medida vai beneficiar 13 mil pessoas que, até o momento, retiravam remédios e insumos na farmácia localizada no Hospital Mário Covas, em Santo André.

“Há mais de 20 anos o programa Poupatempo é reconhecido pela qualidade no atendimento voltado à emissão de documentos e será a primeira experiência em outra área”, explica o Superintendente da Prodesp, Ernesto Mascelani Neto. “A inovação na área de saúde irá beneficiar de 600 a 700 cidadãos por dia, num total de 12 a 15 mil por mês”, afirma. O número representa cerca de 35% do público da região do ABC atendida atualmente na farmácia do Hospital Mario Covas.

Nesta semana, os novos pacientes já poderão protocolar suas solicitações e receber os medicamentos na unidade, que funcionará das 7h às 19h. Todos os protocolos têm duração de três meses e, portanto, pessoas que já estão em atendimento no Mário Covas concluirão a retirada no local e, a partir do momento da renovação de seus protocolos, os pacientes são-bernardenses poderão retirar os remédios no Poupatempo. A expectativa é que até agosto 100% dos pacientes de São Bernardo já retirem seus medicamentos no Poupatempo.

O investimento do Governo do Estado é de R$ 150 mil para adaptação do espaço no Poupatempo, incluindo compra de mobiliário e equipamentos para operação do serviço. Ainda serão repassados à Prefeitura R$ 594 mil, em nove parcelas mensais, por meio de convênio para manutenção e custeio da unidade.

“A finalidade dessa parceria com a Prefeitura é  garantir maior conforto e agilidade na entrega de medicamentos especializados aos pacientes, aproximando o serviço dos cidadãos”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

O piloto é a fase inicial de um programa estadual que está em desenvolvimento e pretende facilitar a assistência farmacêutica e viabilizar a entrega de medicamentos na residência dos pacientes.

“Nossa expectativa é de melhorar o atendimento dos 15 mil pacientes e oferecer um serviço agendado, com o menor número de falta, com mais conforto e segurança para o paciente que procura as farmácias de São Paulo”, explica o Coordenador de Assistência Farmacêutica, Dr. Victor Hugo.

O número de são-bernardenses corresponde a 28% do total de pessoas atendidas na farmácia do Hospital Mário Covas. Com esse serviço sendo oferecido no Poupatempo – programa do Governo do Estado que há mais de 20 anos presta serviço de qualidade e facilita a vida do cidadão, será possível desafogar esta unidade da farmácia da alto custo, que atende cerca de 41 mil pessoas da região do Grande ABC, fornecendo aproximadamente 200 tipos de medicamentos especializados.

“Antigamente eu pegava meus remédios no Mário Covas, agora que mudou para cá ficou melhor ainda, mais perto da minha casa e mais acessível”, conta Airton José, inspetor de qualidade.

COMENTÁRIOS