Teste de glicemia serão ofertados no Metrô nesta quarta (13)

Teste de glicemia serão ofertados no Metrô nesta quarta (13)

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o quarto país em número de pessoas com diabetes no mundo. E para conscientizar sobre a doença, ações serão organizadas em estações do Metrô, também como parte das lembranças ao Dia Mundial dos Diabetes.

Nesta quarta-feira (13), a estação República, da linha 3-Vermelha, recebe um posto móvel para a realização de testes gratuitos de glicemia, das 10h às 17h. Os passageiros que forem diagnosticados com alterações de glicemia, receberão informações básicas e serão orientados a procurar um serviço de saúde. Na ocasião, haverá um desfile, das 11h às 13h, com homens e mulheres de todas as idades, para demostrar que é possível viver bem com a condição. A ação é organizada pela ADJ Diabestes Brasil e conta com o apoio do Metrô.

Também na linha 3-Vermelha, a estação Sé recebe nesta quinta-feira (14), centenas de testes rápidos para diagnóstico do diabetes. Serão distribuídas senhas para atendimento, além de material informativo. A ação é realizada pela SBC – Sociedade Brasileira de Cardiologia, e acontece no Metrô das 9h30 as 15h30.

Entenda a doença

Cansaço, perda de líquido, aumento de fome e sede e má circulação do sangue podem ser sinais de algo errado. A prevenção e o controle da diabetes são fundamentais para evitar suas complicações. Idade, histórico familiar, estresse, alimentação inadequada e sedentarismo também são fatores de risco para o desenvolvimento da doença.

“Muitos vivem de três a cinco anos sem saber que possuem a doença”, alerta a endocrinologista Tatiana Valente. Por conta disso, uma boa alimentação é essencial para controlar e prevenir. É importante ter uma alimentação equilibrada, evitar o excesso de doces e gorduras e praticar exercícios físicos regularmente.

Segundo o médico Daniel Magnoni, o diabetes tipo 1, de origem genética, aparece já na fase jovem. Já o tipo 2 é comum em idosos e também em pacientes obesos. “É fundamental lembrarmos que o diabetes do tipo 2 pode, sim, ser prevenido por meio da redução de peso, prática de atividade física e a diminuição do consumo de carboidratos, açúcar, sal e gordura saturada”, afirma.

Quando não controlada, a diabetes pode desencadear diversas complicações, como perda da visão a até mesmo alterações vasculares que podem levar à amputação, principalmente dos membros inferiores. Além disso, pessoas diabéticas são mais propensas a sofrer ataques cardíacos e derrames.

COMENTÁRIOS