Voluntários levam música a internados no Grajaú

Voluntários levam música a internados no Grajaú

Grupo composto por 11 pessoas visita pacientes para proporcionar momentos de descontração por meio de canções

Pacientes do hospital estadual do Grajaú, unidade da Secretaria de Estado da Saúde, no extremo sul da capital paulista, terão um dia especial e diferente neste sábado, 28 de fevereiro.

Com gaita, violão e percussão, 11 voluntários irão percorrer os quartos de internação nos setores de Ortopedia, Clínica Médica e Cirúrgica apresentando músicas nos estilos MPB e gospel (adaptado a ritmos populares).

As canções serão intercaladas por diálogo com os pacientes para reforçar o momento de descontração.

A atividade ocorre quinzenalmente e é muito bem vista tanto por usuários quanto por colaboradores.  De acordo com a última pesquisa feita pela coordenação de Humanização do hospital, o índice de satisfação dos pacientes com o trabalho do voluntariado é de 9,5.

A internação, para a maioria dos pacientes, ocorre por um período de 7 a 15 dias. Porém, em alguns casos, como na Clínica Médica, pessoas podem permanecer, em média, por três meses.

“Por isso, precisamos oferecer um ambiente diferenciado e mais leve para eles e para seus acompanhantes”, explica Railda Carone, coordenadora de Humanização do Hospital do Grajaú.

Os benefícios também são sentidos pelos funcionários do hospital. De acordo com Railda, o trabalhador também precisa de atenção e acolhimento.

“Muitas vezes, ele passa mais tempo no ambiente de trabalho do que em sua própria casa. Então, deve existir esse convívio na instituição de saúde, com experiências positivas que também envolvam os colaboradores”, complementa.

O Hospital conta com 66 voluntários, que atuam em diversas atividades destinadas aos diferentes perfis de pacientes. Todos são cadastrados por meio de um contrato de adesão ao voluntariado, e, além disso, avaliam e são avaliados pela instituição, o que garante reciprocidade e trabalho conjunto.

COMENTÁRIOS